segunda-feira, 16 de junho de 2014

Esses sapatos são literalmente uma delícia

A loja de calçados Shoe Bakery tem uma especialidade interessante, a customização artesanal de seus modelos com a temática de doces, os transformando em irresistíveis guloseimas. Se esses sapatos já eram lindos, agora sim estão dignos de nos deixar com água na boca. A confecção é um capricho e super original. Não deixe de dar uma olhada no site e conferir os modelos. Dá uma vontade de comer esses sapatos...












terça-feira, 3 de junho de 2014

Repórter do CQC beija o pé da modelo e apresentadora ucraniana Lola Melnick


Cqc beija o pé da modelo e apresentadora Lola Melnick from Gil Lima on Vimeo.

Cena da hora que passou no CQC dia desses. Queria upar esse vídeo no Youtube, mas você sabe, o site é chato pra caramba com esse negócio de direitos autorais. Aproveito para convidá-lx a se inscrever também no meu canal do vimeo, afinal, os vídeos que não podem ser abrigados pelo Youtube vão direto pra lá. Eu agradeço bastante se aceitar o convite.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

O Cachorro Riu Melhor


Peça com Danielle Winits.

Sinopse: Danielle Winits interpreta Dione, uma famosa agente de atores, ela procura manter em evidência seu pupilo, o astro da TV Mateus, mas precisa ainda proteger a imagem do galã, escondendo sua sexualidade. O problema se agrava quando Mateus conhece Alex, um garoto de programa, e os dois se apaixonam. O próprio Alex, contudo, não tem certeza das suas escolhas, pois tem uma namorada, Helena, uma jovem que também complementa a renda fazendo trabalhos “alternativos”.

Fonte: http://teatraio.wordpress.com/2014/05/22/o-cachorro-riu-melhor-teatro-dos-4-rio-de-janeiro-ate-2707-com-danielle-winits/

Essa fotinho é de dar água na boca, não?

Eu Quero Aquele Sapato



Será que existe uma coleção mais sexy (e reconfortante) que de pares de sapatos femininos de diferentes cores, tamanhos e estilos? Mas não de sapato qualquer e sim scarpin, o que, afinal, é o que realça a altivez feminina, deixando a mulher mais poderosa e austera. Independente do tamanho e espessura do salto hoje é um fator importante que a mulher tenha mais de um par do calçado em seu closet, mesmo que não seja lá muito eclética. Sem contar que para algumas a compra do sapato é um remédio anti-strress, aquelas que ostentam uma inúmera quantidade embora raramente use todos, lembrando que, melhor que comprar, só mesmo ganhar de alguém especial. Naturalmente há aqueles homens que gostam mais de dar do que a mulher de receber, há até mesmo aquelas que não gostam de salto, outras preferindo outro tipo de sapato, como os de modelo aberto, mas não importa, scarpin nunca é demais e é impossível imaginar uma dama que não possua um par, mesmo que não use nunca. Representa status elegante o modelo clássico, fechado, de bico pontudo, e sua forma e cor fica por conta do estilo de cada mulher. No livro Eu Quero Aquele Sapato (Paola Jacobbi) a autora faz uma analogia entre o desejo feminino pelo consumo do sapato com a realização de uma meta pessoal, mostrando que quando se tem força de vontade querer é sempre poder, direcionando o foco a um objeto fetiche que pode significar muita coisa, e acredite, funciona até sob uma ótica masculina. Ou vai dizer que a delícia de se contemplar o uso adequado de um exemplar desse belo calçado é um fetiche puramente feminino? Presentear a quem se ama com essa ferramenta de poder/ beleza/ charme é enaltecer o encanto daquela mulher, é o reconhecimento do desejo de elevá-la à condição de rainha de seu universo. Em alguns casos, dentre tantos pares, resta aquele que carrega energia de momentos importantes, companheiro de longa data, o favorito de dias passados, cujo uso atual torna-se inviável pelo seu desgaste. Mas não deve ser jamais descartado. Esse objeto fetiche do casal merece ser guardado como despojo de dias gloriosos, pois justiça seja feita, foi o eleito para adornar os pés da ilustre dama em dias felizes.